|

Unidade de Viçosa:

(31)3891-4068

(32)99906-4068

Fachada da Bomboniere Coimbra em Viçosa

A Confecção de doces, bolos e tortas começou em 1983 com Ana Lúcia Coelho, a fundadora deste projeto de sucesso que dura 35 anos.

Inicialmente, contávamos com uma produção artesanal, trabalhavam em família, mãe e três filhas, e entregavam os doces, bolos e tortas no comércio de Viçosa, Ubá e região.

Aos poucos, a pequena produção foi se expandindo e foram inauguradas três lojas para melhor atender seus clientes.

A primeira foi a Padaria Lana, hoje Padaria Coimbra, criada por Luiz Cláudio Araújo Lana, confeccionando deliciosos bolos e tortas para casamentos, aniversários e diversos outros tipos de eventos e ocasiões especiais.

Posteriormente foi inaugurada uma bomboniere na cidade de Ubá, Ana Lúcia Bomboniere, criada em Março de 2007. A nova loja passou a oferecer aos clientes serviços ainda mais requintados como uma ampla variedade de doces finos, bombons, trufas, copinhos de chocolate, bolos naked cake, tortas e outros.

Enfim, a terceira loja, a Bomboniere Coimbra foi criada em Dezembro de 2009, por Andréa Coelho de Oliveira, quando a empresa já contava com seus 26 anos de tradição, atendendo em Viçosa e região.

Hoje, a empresa expandiu a assistência para outras cidades oferecendo, também, para melhor servir seus clientes, atendimento em domicílio como nas cidades de Juíz de Fora, Petrópolis, Teresópolis, onde a produção e distribuição dos produtos são administradas por Kemely Coelho e Cláudio Ferreira, que também fazem parte da equipe. O negócio, que começara com 4 pessoas, mãe e três filhas, conta, atualmente, com 42 funcionários que passam por cursos e treinamentos para cada vez mais diversificar nossos produtos, estabelecendo que a qualidade faça sempre a diferença.

A Bomboniere Coimbra agradece a todos os clientes pela parceria de anos e pela confiança depositada, por deixar que seus produtos entrassem em suas casas e, de alguma forma, fizesse parte da história de vida de cada um de vocês. Sem vocês este sonho não se tornaria realidade.